2019

SP

MΛMBΛ NEĞЯΛ

"Serpente venenosa de hábitos libidinosos noturnos. Bote rápido y fatal." (2013)

A MAMBA NEGRA é uma festa independente criada em maio de 2013 pelas atuadoras Carol Schutzer

(aka CASHU) e Laura Diaz

(aka CARNEOSSO) inseridas num contexto forte de efervescência política y artística.

Fruto do encontro de artistes de todo o Brazyl, a MAMBA surge para servir como uma plataforma de construção e experimentação de novas linguagens artísticas, estabelecendo-se também como uma importante ferramenta de luta y celebração.

Associando arte, protagonismo feminino e LGBTQ+, um forte posicionamento político e identidades visuais únicas a MAMBA se destacou, nos últimos 6 anos, como uma expressão dessa geração jovem convulsiva em constante ebulição. 

 

Subversiva para xs visitantes a MAMBA é uma manifestação física da alma da cidade. Venenosa, hipnótica y apaixonante. Através das festas de rua em espaços públicos, festas autofinanciadas em imóveis degradados do centro, festivais autogeridos em ocupações estudantis, artísticas e de moradia, o ambiente das raves renasce na cidade carregando os princípios de comunidade y inclusão.

Além da criação de conteúdo de texto, design gráfico e visual, a MAMBA é uma equipe de produção, segurança, arquitetura, iluminação e line up artístico de DJs, produtores e performers majoritariamente feminino e LGBTQ+ criando espaços de confiança, respeito y liberdade ao lado de um público atuante-presente. É um organismo vivo que se transforma e agrega novas perspectivas na sua trajetória de dislexia e confusão.

A MAMBA tornou-se um dispositivo de produção, intervenção y articulação cultural em São Paulo e uma referência no cenário mundial da música eletrônica, servindo de modelo y suporte também para muitos coletivos e artistes no Brazyl.

 

Hoje as cobras são muito mais que uma festa, desenvolvendo também os trabalhos como:

 

/ MAMBAREC / selo musical independente lançado em 2016 

 

/ MAMBABOOQUEENS / agência que representa nossos artistes sonoros y visuais;

 

RADIO VÍRUSSS / webrádio criada em 2014 com intuito de disseminar o trabalho dos djs e produtores nacionais, assim como novos artistas

 

Representamos um espaço para produção mista entre música eletrônica e orgânica, das bandas e artistas visuais e performatives independentes.

 

Nossa prioridade é construir condições para a produção o que escapa ao circuito do entretenimento: liberdade para produzir um novo tipo de som/corpes/imagens e(m) movimento. 

PЯEƧƧ