MAMBA NEGRA

SP 2019

CΛRИEØƧƧO

ARTISTA

VOZ
PERFORMANCE
​VÍDEO

COM_POSIÇÃO

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

CARNEOSSO é codinome da artista Laura Diaz.

Como serpente fundadora da MAMBA NEGRA, ao lado de Carol Schutzer, trabalha com produção, curadoria e criação na cena independente de São Paulo. Dos galpões abandonados da cidade, aos teatros, galerias, às ruas, o trabalho performático desemboca nos projetos TETO PRETO, ANGELA CARNEOSSO E A PESTE e no live act DIAZ.

No campo musical, atuando nas ruas, mesas y palcos, CARNEOSSO compoe o live enlaçada por cabos, voz, pedais, cassetes, cassetetes, cordas e groovebox envolvendo a todos numa densa atmosfera. 

O corpo como campo de batalha.

Batalha pelo feminino, cru.

Essa pesquisa artística é também expandida ao processo de criação e concepção dos figurinos de CARNEOSSO, em parceria com Fabia Bercsek.

Seja na composição de estranhas músicas y dissonantes cançoes, em conteúdos cifrados de uma festa eletrônica pulsante, ou nas trincheiras dos espetáculos da noite y nas ruas, CARNEOSSO é, acima de tudo, artista-atuadora.

Mulher independente atroz, atriz, performer, poesia, voz vídeo, cinemação.

29. 05. 1989 São Paulo – SP, Brasil


Comecei invadindo palcos.

Estudei cinema, ocupei a universidade com os trabalhadores, levava jornal nas fábricas do ABC no turno da madrugada.

Participei das greves, fui presa e processada. Organizava festas, jams, shows, performances independentes. Trabalhei com vídeo por sete anos.

Fazia música, comecei a fazer mais música em 2009, a atuar e a performar por conseqüência da voz y ritmos. Avessa a arcaica Academia.

 

Foi difícil ter espaço e ser respeitada entre Os músicOs de grande (de)formação.

A música e o meio eletrônicos independentes foram um lugar de voz não só para mim, mas às gay, às trans y às pretas também. Nas ruas, puteirinhos, estacionamentos, galpões e fábricas encontrei, como muitas, um lugar de trabalho para brilhar e (r)existir.

Em 2010 nasceu a ANGELA CARNEOSSO, que rodou inicialmente com os BACANAIS, com alguns músicos incríveis em sua brava trajetória, e um(s) nem tanto. Segui até 2013, quando tomei coragem, vergonha na cara e cheguei no limite de aceitar situações abusivas corriqueiras nesse meio de banda brasileira.

Logo em seguida, ainda 2013, conheci a Carol Schutzer, amiga y companheira, e então nasceu a MAMBA NEGRA, laboratório artístico de intervenção na cidade. Somos uma festa independente de São Paulo que têm sido um dos corações e cabeças da ação cultural no centro da cidade.

A identidade da MAMBA é construída de maneira ampla e multifacetada, no sentido de que dialogamos com a linguagem artística em diversos formatos de criação. Temos a presença do feminino, do veneno, da luta, do obscuro numa cultura ocidental de luz e claridade. Tudo o que fazemos artisticamente nos temas, textos de evento, locações, line-up artístico é sempre um reflexo das nossas condições de vida e trabalho. Entre todos esses elementos / plataformas, cada artista, com sua autonomia de proposta, cria algo para cada edição, cada show, cada performance, cada apresentação. Afinal, tudo o que acontece antes e depois da festa, só se realiza, de fato, nesse momento da festa. 

No final de 2014, funda  TETO PRETO, banda eletrônico-orgânica residente da MAMBA. No ano seguinte, em 2015, estávamos gravando o 1o EP "Gasolina", lançado em vinil pela MAMBAREC em agosto de 2016.

 

O videoclipe "Gasolina" produzido, escrito, dirigido e editado como CARNEOSSO lançou a parceria performática com o artista y paixão Loic Koutana, recebendo o prêmio de Melhor Direção Nacional do Music Video Festival de 2017.

No início de 2017 conheci pessoalmente a artista e estilista Fabia Bercsek. Desde então estamos desenvolvendo e apresentando uma parceria de trabalho sobre o corpo feminino, sexo, violência, repressão y luta. Um trabalho que é também, em grande medida, conhecer uma mulher y inspiração no trajeto de tornar-se. São elementos essenciais para o desenvolvimento da performance com o Loic. Não são figurinos. São música em movimento, instrumentos de ação.

Em agosto, a MAMBAREC lançou o single e videoclipe "TETO PRETO - BATE MAIS", preprando ansiosamente o lançamento do 1o LP do grupo em outubro.

Atualmente circulo na noite em CARNEOSSO, nas ruas y festivais do Brazyl com os projetos TETO PRETO, ANGELA CARNEOSSO E A PESTE e com o novo live-set DIAZ, desenvolvendo essas e outras parcerias musicais e artísticas. Multitasqueen, como boa Geminiana.

"GASOLINA" (2015)

Festival das Bandas do Teat(r)o Oficina

com Filipe Massumi e Carina Iglesias

DEKMANTEL 2018

"A PESTE"  (2016)

CLIPE DE "GASOLINA" (2016)

​direção, produção e montagem LauraDiaz

MAMBAREC

Vencedor do Prêmio de Melhor Direção Nacional no Music Video Festival 

CLIPE DE "VULTO" (2017)

​direção, produção e montagem 

///LauraDiaz

MAMBAREC

PRESS